Páginas

terça-feira, 31 de julho de 2012

psyche


Aprisionada
 em seu 
casulo

a lagarta
mira o futuro
 prevendo
 seu renascer
Alada 
borboleta
alarga
suas asas
 sobre o planeta
polenizando
 a mãe terra
num perpétuo 
reflorescer.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Palmos

Em
cada palmo
de chão que cruzo,
delego em cada pegada
um salmo aos homens que
me sucederão e serão o futuro.

Que
cada pegada,
estrada, caminho, atalho, vereda
marque
 que eu estive ali
e que
aspirei um tempo
 melhor.
 
Dantes

Noite estrelada

Noite 
estrelada,
estendida sobre mim
a solidão da madrugada.

Percorro ao acaso
o vasto tapete celeste,
de quando em quando,
imantado pelo luzir de algum astro.
Em silêncio, comungo com deuses, me irmano ao cosmos.
 
Dantes

Juntar as palavras...
rejuntar os sentidos...
Eis um poema nascido!
Dantes



Observo pela janela
revoada de pássaros...
Anuncio de primavera!
 Dantes

  

Meio da noite
pirilampos
iluminam os campos

Dantes




Vestido de alças !
-sucumbo ao desejo-
Dispo as calças !

Dantes












 
 
 
 
 
 
Hai kai velho
tem o tempero
de um sábio conselho
Dantes
 Cálida mulher
- nem quando quer-
fica pálida.

 
Dantes
   
 
 
Bom cidadão
ferido, acuado...
É turbilhão!
 
Dantes
 
 
 
 
 
No olhar vago
de um velho gaúcho
ilumina-se o pago 
 
Dantes